domingo, 9 de maio de 2010

Dia das mães 2010!!!

Oi gentemmmmm!!!
Segundo domingo de maio... dia das mães! É claro que eu tinha que passar por aqui para homegear essas mulheres liiiiindas e espetaculares, né?
Ela cuida da gente desde antes de nascer. E posso até imaginar a alegria que ela sentiu ao saber que nos gerava em seus ventres... Foram 9 meses de expectativa. O desejo de ver nosso rosto só aumentava. E quanta curiosidade não deve ter sido enquanto não sabia se era uma menina ou um menino?!
Passado este momento, deve ter ficado apreensiva pra saber se éramos perfeitos. UFA! Tudo normal. E os meses foram passando... os enjoos deram lugar aos pés inchados, e olha que nem beber elas podiam (risos)... O peso aumentando, seus belos corpos eram "deformados", mas mesmo assim elas só conseguiam sentir alegria com a nossa chegada.
Finalmente chega o dia mais esperado. E mais uma vez damos trabalho. Começam as dores e nada de nascer. Quando, em fim, resolvemos vir ao mundo, fazemos com que essa pessoa maravilhosa sinta uma dor insuportável (capaz de ser sentida até mesmo com anestesia) e mesmo assim, quando nos olhou chegou a sorrir de alegria e emoção, e quem chorou fomos nós (hehehe).
É... mas os "problemas" só começavam. Nunca mais ela conseguira ter uma noite de sono. Váaaaaaarios choros e cada um com um significado que só ela consegue diferenciar (fome, cólica, precisando de uma fralda nova... rs). E olha que nem bola de cristal ela tem?!
As madrugadas foram feitas pra...? Amamentar e ficar acordada... Claro! quantas noites ela não passou em claro por conta da sua febre, de suas dores e até pesadelos? E os anos passam, mas a preocupação e o cuidado continuam os mesmos.
Chega o dia do seu primeiro dia de aula. E ela tá lá. Do seu lado, querendo que você ganhe o mundo e ao mesmo tempo querendo tê-lo debaixo de suas asas. Você chora não querendo entrar na escola, e ela chora não querendo que você cresça, mesmo sabendo que isso é preciso...
Mais alguns anos, e as preocupações continuam. Você então entra na aula de esporte e/ou de dança e um belo dia chega machucado em casa. A vontade que ela tem é de pegar de tapas e socos quem te feriu, mas ao mesmo tempo sabe que os "tombos" são necessários para o seu crescimento.
E então chega o dia mais temido. Você aparece em casa com o (a) seu (sua) primeiro (a) namorado (a). E o medo de te perder é grande... mas ela sabe que não tem jeito, que um dia você vai sair de casa. Até as que se dizem fortes, duronas, sofrem com este momento.
Mas como ela ama dividir todos os momentos com você. Vai chegar o dia do vestibular. Quando ela vê na lista dos aprovados o seu nome, nooooooossa!! Parece que vai explodir de tanta felicidade!!! Como uma pessoa é capaz de amar tanto assim? Mãe..eus. que ser lindo.
E chega o dia em que vocês vão se afastar. Pelo menos não terão o mesmo contato diário. É o dia do seu casamento. Claro que ela está feliz com a sua felicidade, mas imagina quantas vezes não chorou escondido de você, por se afastar de seu bebê?! De repente ela nem vai se envolver tanto com os preparativos para não sofrer mais. Nem ouse pensar que ela não te ama. Ele só está tentando pensar que isso não passa de um sonho...
E é por tudo isso que temos de amar, respeitar, admirar e dar muuuuuito carinho para essa mulher. Ela é mais que especial. Ela é um lindo presente que Deus nos deu. Ele nos confiou a esta pessoa excepcional. Graças a ela que estamos onde estamos.
Por isso, nada mais justo do que agradecer a ela todos os dias. Vamos demostrar nossa gratidão a ela? Cuide bem e ame muuuuuuuuuuuuuuuuuuito a sua mãe!!! Grite se for preciso:
MÃE, EU TE AMO!
Essa é a minha simples homenagem pra essas mulheres maravilhosas.
Feliz dia das mães.
Tenham uma semana maravilhosa.
Beijos da Bia.
Fui!!

Um comentário:

Escritora em construção disse...

Menina,

Mãe é algo tão extraordinário em nossa vida que a gente fica sem palavras diante de um dia só!
O jeito é dizer todos os dias:
mãe, eu te amo!!

Beijos